Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

Todos para o bar

Enviado por meu amigo Zaca, botequeiro de fé:

Por que será que é mais fácil frequentar um bar, do que uma academia?

Para resolver esse grande dilema, fui frequentar os dois (o bar e a academia) por uma semana.

Vejam o resultado desta importante pesquisa:

Vantagem numérica:

- Existem mais bares do que academias. Logo, é mais fácil encontrar um bar no seu caminho.

1x0 pro bar

Ambiente:

- No bar, todo mundo está alegre. É o lugar onde a dureza do dia a dia amolece no primeiro gole de cerveja.

- Na academia, todo mundo fica suando, carregando peso, bufando e fazendo cara feia.

2x0 pro bar

Amizade simples e sincera:

- No bar, ninguém fica reparando se você está usando o tênis da moda.

- Os companheiros do bar só reparam se o seu copo está cheio ou vazio.

3x0

Compaixão:

- Alguém já te deu uma semana de ginástica de graça ?

- No bar, com certeza, você já ganhou uma cerveja 'por conta'.

4x0

Liberdade:

- Você pode falar palavrão na academia ?

5x0

Libertinagem e democracia:

- No bar, você pode dividir um banco com outra pessoa do sexo oposto, ou do mesmo sexo, problema é seu...

- Na academia, dividir um aparelho dá até briga.

6x0


Saúde:

- Você já viu um butequeiro reclamando de dores musculares, joelho bichado, tendinite? O máximo que ele pode dizer é que o torresmo não está bem frito, só....

7x0

Saudosismo:

- Alguém já tocou a sua música romântica preferida na academia?

- É só 'bate-estaca' , né?

8x0

Emoção:

- Onde você comemora a vitória do seu time?

- No bar ou na academia?

9x0

Memória:

- Você já aprontou algo na academia digno de contar para os seus netos?

10x0 pro BAR!!!

- Portanto, se você tem amigos na academia, repasse esta mensagem para salvá-los do mau caminho!!

PS: Você já fez amizade com alguém bebendo GATORADE??

Conclusão: Pro raio que o parta a academia!! Todos pro Buteco!!! 

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 14/12/2016 às 09h47 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

Quarta-feira quente

Marcelo Odebrecht confirmou a delação do ex-diretor da sua empresa Cláudio Melo Filho que foram doados R$ 10 milhões por caixa 2 ao PMDB, a pedido de Michel Temer. É o começo do fim do atual presidente da República.

-x-x-x-x-x-

Por causa dos pecados de Temer a bancada federal do pecador PT soltou nota dizendo que a renúncia do presidente e eleições diretas são o caminho para estabilizar o país. O texto começa assim: “A Bancada do PT na Câmara, em nota assinada pelo líder Afonso Florence (PT-BA), cobra mais uma vez a renúncia imediata do presidente golpista Michel Temer e a convocação de eleições diretas para a escolha de novo presidente da República...”

-x-x-x-x-x-

Ontem os vereadores tinham 7 projetos para votar e não votaram nenhum. Hoje são 53 na pauta, uma insanidade porque se dedicarem 10 minutos a cada assunto, ficarão nove horas reunidos.

-x-x-x-x-x-

É um risco reunir por tanto tempo alguns daqueles vereadores porque eles podem ter ideias e sempre que eles têm ideias a cidade se ferra um pouco mais.

-x-x-x-x-x-

George Varela, uma das cabeça pensantes mais qualificadas de Balneário Camboriú deverá chefiar a cultura no governo Fabrício.

-x-x-x-x-x-

Prossegue a todo o vapor a pressão da cúpula do PR para nomear Luiz Maraschin. E Fabrício continua com dificuldade de explicar aos eleitores como novas ideias podem combinar com um político de passado tão peculiar quanto o de Maraschin.

-x-x-x-x-x-

Eu, se fosse Fabrício, pediria referências de Maraschin a Leonel Pavan, Rubens Spernau e Edson Piriquito. 

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 14/12/2016 às 05h33 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

E os imbecis defendem o lulopetismo

Dois secretários e um sub-secretário da Prefeitura de São Bernardo do Campo são alvo nesta terça-feira (13) de mandados de prisão temporária expedidos no âmbito de uma investigação que apura esquema de desvio de dinheiro destinado à construção do Museu do Trabalho e do Trabalhador. 

-x-x-x-x-x-

Concebido como um marco da gestão do prefeito Luiz Marinho (PT), o museu foi planejado para contar a história do trabalho e das greves do ABC paulista, que lançaram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na política.

-x-x-x-x-x-

Sabem o motivo desses imbecis defenderem o Lula, minhas nove leitoras? Porque as pessoas olham para os lados e enxergam, por exemplo, a construção de um centro de eventos em Balneário Camboriú que poderia ser feito com 100 milhões custar 150 e acham que todo mundo é ladrão. Então, preferem o Lula que ao menos tem fama de se preocupar com os pobres.

-x-x-x-x-x-

E os pobres são a maioria da população.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 13/12/2016 às 11h18 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

Charge

 

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 13/12/2016 às 08h34 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

Parto demorado

A divulgação do secretariado de Fabricio Oliveira foi adiada para o dia 20. Isso só pode indicar dificuldade para definir algumas pastas.  

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 12/12/2016 às 18h27 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

Engavetaram a homenagem a Chico Gottardi

Com o fim do mandato de Nilson Probst na presidência da Câmara de Vereadores estão aparecendo coisas inacreditáveis.

Por exemplo, na próxima quinta-feira será afixada a (merecida) placa que denomina Doutor Francisco Luz Gottardi a sede da Câmara.

O promotor Chico Gottardi tinha uma penca de amigos na cidade e foi um lendário assador de grandes peças de costela que pacientemente colocava no fogo todo sábado ao amanhecer, na churrasqueira do Clube Beira Rio.

A Resolução dos vereadores homenageando o Dr. Gottardi foi aprovada em 29 de setembro de 2010, ficou 2.266 dias engavetada.
 

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 12/12/2016 às 15h36 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade

1 2 3 4 5 6 7 8 9

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie neste site - Normas de Uso
© Desenvolvido por Pagina 3

Endereco: Rua 2448, 360 - Balneario Camboriu - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br